ASSOCIAÇÃO PORTUGUESA DOS COMERCIANTES DE VENDA AO DOMICILIO - APCVD
 
A Associação Portuguesa dos Comerciantes de Venda ao Domicílio - APCVD, é uma Associação de comerciantes sem fins lucrativos constituída por escritura pública de 20-09-1996, lavrada no Quarto Cartório Notarial de Lisboa.

Associamos comerciantes que exercem a actividade de venda ao domicílio actualmente enquadrada no decreto-lei nº143/2001 de 26 de Abril, na redacção que lhe foi dada pelo D. Lei nº 82/2008 de 20 de Maio de 2008. Consultar Estatutos da APCVD

A Associação representa já centenas de associados e milhares de pessoas envolvidas naquela actividade.

Os órgãos sociais que formam o 9º mandato são os seguintes:

Assembleia-Geral

Presidente – José Mendes Antunes
Vice-presidente – José Mendes Eusébio
1ºSecretário – Vítor Pedro Mendes Antunes
2º Secretário – Carlos Manuel de Matos Estevão

Direcção

Presidente – José da Silva Antunes
Vice-presidente – José Manuel Gama Neves Antunes
Secretário-Geral – João Manuel Nactividade Januário
Tesoureiro – Luís Manuel Claro Marques
Vogal – Luís Daniel Dias Batista

Conselho Fiscal

Presidente – João Carmo Mateus Nunes
Relator – Sérgio Filipe Gonçalves
Vogal – João Alves

O QUE OFERECEMOS
 
De acordo com o artigo 3º dos Estatutos, a associação tem por finalidade:

a) Defesa dos direitos e interesses dos associados;
b) Promover a valorização técnica, económica e social dos associados;
c) Organizar acções de apoio à modernização dos associados;
d) Colaborar com entidades oficiais na regulamentação da actividade dos associados e no estabelecimento das condições de acesso à actividade empresarial que desenvolvem;
e) Desenvolver o espírito associativo.


Em face disso desenvolvemos actividades com vista a um correcto conhecimento da nossa actividade económica por parte das Autoridades, Governo, Câmaras, Polícias, etc.
Proporcionamos aos associados informação legal permanente sobre todos os condicionalismos a que estão sujeitos no exercício da sua actividade.
Dispomos de uma sede onde os associados encontram atendimento permanente e onde têm à sua disposição e gratuitamente consulta jurídica em dias determinados.
O QUE JÁ FIZEMOS
 
Apesar do ainda curto tempo de vida da nossa associação, podemos salientar algumas realizações importantes das quais destacamos:
• Agrupamos em torno da associação centenas de comerciantes;
• Adquirimos uma sede social própria;
• Organizámos os serviços da associação;
• Concebemos e publicamos o boletim informativo – O Prestaneiro que constitui o melhor veículo de informação a todos os associados;
• Criamos e registámos uma marca própria, a marca CVD para diversas classes de produtos mais comercializados pelos nossos associados;
• Marca de produtos a ser comercializada em exclusivo pelos nossos associados;
• Estabelecemos contactos com, Grupos Parlamentares, Ministros, Polícias, Direcção-Geral de Concorrência e Preços, Câmaras e outros organismos;
• Promovemos convívios entre associados e famílias;
• Reunimos numerosa informação de utilidade corrente para os associados.
• Demos conhecimento a todas as Câmaras Municipais do País da nossa existência e da diferença que existe entre a venda ao domicílio e a venda ambulante.
• Damos conhecimento e divulgamos a nossa actividade no Direito de Antena - RTP1 , que nos tem sido atribuído desde o ano 2001.
• Realização de vários Congressos para formação, esclarecimentos e informação sobre a actividade da venda ao domicílio. Nestes Congressos estão expostos alguns produtos das várias empresas patrocinadoras.

OS NOSSOS OBJECTIVOS
 
Ampliar o número de associados de forma que a associação obtenha um crescente poder de representação dos muitos milhares de comerciantes que se dedicam à venda ao domicílio.

Contribuir para a formulação de um enquadramento lega da actividade de forma a garantir os direitos e interesses dos associados.

Impedir que outras formas de comércio possam contrariar ou dificultar a nossa actividade.

Pressionar pela alteração do regime do IVA, por forma, a que este seja devido à medida que o preço seja recebido dos compradores, ou seja, passagem ao regime de Caixa

Pressionar também para a alteração da forma de venda no sentido da mesma ser também efectuada nas carrinhas.





Galeria de fotos
 

Get Flash to see this player.

Video do 6º Congresso
 

Get Flash to see this player.

Copyright 2013 by APCVD Declaração de PrivacidadeCondições de UtilizaçãoTecnologia WebVision